Decorreu, nos passados dias 29 e 30 de abril de 2020, o IWBF 2020 – 8th International Workshop on Biometrics and Forensics, um fórum internacional dedicado à criação e facilitação de sinergias em investigação e desenvolvimento nas áreas de multimédia forense, biometria forense e ciência forense. 

Co-organizado pelo INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência e pela NTNU – Norwegian University of Science and Technology, em parceria com a EAB – European Association of Biometrics, o evento contou, ainda, com os apoios do IEEE – Institute of Electrical and Electronics Engineers, do IEEE Biometrics Council, da IAPR – International Association for Pattern Recognition, do Biometric Update e do Computers – Open Access Journal da MDPI. Este ano, devido à crise pandémica da COVID-19, o evento foi realizado de forma totalmente digital (a cidade de acolhimento deste ano seria o Porto).

O evento iniciou com a Sessão de Abertura, inaugurada pelo Professor Jaime Cardoso, IWBF 2020 General Chair, que apresentou um pouco da estrutura, objetivos e méritos do INESC TEC. Sucederam as intervenções do Professor Christoph Busch, que falou sobre o papel da EAB no panorama do campo da Biometria, e do Professor Raghavendra Ramachandra, IWBF 2020 General Chair, que encerrou esta sessão com algumas palavras em nome da NTNU. De seguida, o Professor Peter Eisert, apresentou a keynote talk Explainable AI for Face Morphing Attack Detection”, abordando a temática da utilização inteligência artificial interpretável na detecção de morphing attacks em biometria de face, algo extremamente crucial em sistemas de identificação e/ou reconhecimento facial. 

Este dia contou ainda com apresentações orais, dedicadas aos tópicos de Presentation Attack Detection e Biometric Recognition, e com a participação de Ho Chang, CEO da BioID, André Lourenço, CEO da CardioID, e Miguel Lourenço, CTO da YooniK, que falaram sobre a perspetiva da indústria no contexto de aplicações biométricas, bem como, dos produtos desenvolvidos pelas respetivas empresas. O dia foi encerrado com a apresentação de posters científicos e demonstrações (inovação da edição deste ano).

O segundo dia, dedicado às apresentações orais dos tópicos de Image Forensics, Emerging Biometrics, Text Forensics e Security, iniciou, também, com uma keynote talk, protagonizada pelo Professor Zeno Geradts sob o título de “Forensic Aspects and the Analysis of Deepfake Videos”, que abordou a temática de falsificação em vídeo e as repercussões que isso poderá ter na análise forense. O evento terminou com a Sessão de Encerramento, onde foi feita a entrega do prémio de melhor paper e das menções honrosas às melhores apresentações orais e ao melhor poster pelo Professor Massimo Tistarelli, e, por fim, dada a palavra à Comissão Organizadora da próxima edição do IWBF, que terá lugar na cidade de Roma, em Itália.

A interpretação de características biométricas, aliada ao processamento de sinal e técnicas de machine learning é cada vez mais relevante no contexto atual, face à inovação tecnológica e à constante geração de dados. O próximo grande evento neste tópico é a BIOSIG 2020 – 19th International Conference of the Biometrics Special Interest Group, a ser realizada de 16 a 18 de setembro, na cidade de Darmstadt, na Alemanha.

Tiago Gonçalves

Categorias: Notícia