Nos passados dias 4 e 5 de fevereiro de 2020, na biblioteca da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT NOVA), decorreram as Jornadas Tecnológicas de Engenharia Biomédica, evento pedagógico organizado pelo Núcleo de Biomédica da Nova (NBN), sob o tema Challenging Healthcare.

As Jornadas iniciaram com a cerimónia de abertura, onde discursou o Professor José Paulo Santos, Presidente do Departamento de Física da FCT NOVA, e a Professora Carla Quintão, coordenadora do curso de Engenharia Biomédica nesta instituição. Nos seus discursos de abertura, ambos abordaram uma temática transversal a todos os oradores que se prende com a necessidade de ouvir os problemas das pessoas à nossa volta. 

É no seguimento desta ideia que a Dr.ª Alexandra Freitas, médica veterinária, nos apresentou várias necessidades na recolha de dados clínicos e tratamento dos animais. Necessidades tão simples como, fazer um eletrocardiograma, medir os níveis de glicémia ou a tensão arterial. A doutora deixou assim um convite à audiência, para pensar em formas de melhorar o bem-estar físico de um animal no decorrer desta recolha de informação médica. A Dr.ª Alexandra apresentou-nos, também, uma patente que permite ultrapassar alguns obstáculos da fisioterapia veterinária.

Logo após o coffee break, o Dr. Rui Mesquita, fundador da empresa FUTURE HEALTHCARE CONSULTING, abordou, na sua exposição, a reforma dos serviços de saúde priorizando a experiência do utilizador, apresentando como solução, a reorganização tanto dos profissionais de saúde e dos meios que estes dispõem, como das infraestruturas que auxiliam o seu trabalho, com o objetivo de melhorar os resultados dos tratamentos e a experiência dos utentes.

Após o almoço, a Doutora Ana Rita Duarte, professora associada do Departamento de Química da FCT NOVA, abriu o painel com a palestra “A interseção entre Engenharia Química e Biomédica: tecnologias verdes para o desenvolvimento de novos materiais funcionais”. Nesta sessão explanou o seu percurso académico e profissional, enfatizando o impacto de solventes eutéticos – “NADES” – no desenvolvimento de medicamentos e demais soluções para a saúde. Como nota final da sua intervenção, a Doutora salientou que “a intercooperação é a chave para a inovação”. 

Num tom empreendedor, Pedro Pestana, co-fundador e CEO da startup Neroes, explicou de seguida a motivação da sua empresa e o processo através do qual esta consegue auxiliar atletas de alta-competição. 

Deu continuidade ao evento a Doutora Mariana Carvalho, investigadora no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), com a palestra “Nanoprobes for Intra-Vascular OCT Molecular Imaging”, onde apresentou o seu projeto, atualmente em desenvolvimento. De seguida, e encerrando a tarde, o debate “Cibersegurança na Saúde” contou com a participação de Andreia Teixeira (Aon) e José Fonseca, professor associado do Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da FCT NOVA. Vários ataques informáticos e casos mediáticos foram então discutidos à luz da sensibilidade dos dados clínicos.

Adicionalmente ao que foi praticado nas últimas edições deste evento, esta estendeu-se para um segundo dia, marcado pelo workshop de Metrologia em Saúde lecionado pelo Doutor Faria Gomes (CATIM) no âmbito do Projeto “Metrology4Health”. Nesta formação os participantes tiveram oportunidade de se familiarizarem com a calibração de um desfibrilhador.

A ANEEB parabeniza o NBN pelo evento realizado, pautado pela variedade de temas e oportunidades oferecidas aos estudantes. É motivo de celebração assistir ao constante crescimento de um associado da ANEEB, que cada vez mais procura inovar e exceder-se no desempenho das suas funções. O próximo evento do NBN será o Tec2Med, a ter lugar na FCT NOVA, nos dias 14 e 15 de março.

Categorias: Notícia