A Glintt, pela terceira vez, organizou o HINTT – Health Intelligent Talk & Trends, no qual a ANEEB teve o prazer de estar presente neste evento, que se realizou uma vez mais na Fundação Champalimaud.

Este evento decorreu no passado dia 3 de outubro, durante a parte da manhã. O programa deste evento incluiu três diferentes oradores, que discursaram tendo como foco o cidadão, a tecnologia e o que o futuro nos reserva relativamente à área da saúde. Para além destes oradores, ocorreu ainda entrega do Prémio HINTT – que pretende reconhecer e divulgar as melhores práticas de adoção das tecnologias de informação e comunicação associadas à digitalização da saúde e segurança do paciente – com quatro diferentes categorias: Start-up Innovation; Clinical Outcomes; Patient Safety; Value Proposition.

A sessão de boas-vindas foi dada, como é habitual, pelo Presidente da Comissão Executiva Nuno Vasco Lopes, que apresentou o evento deste ano vincando a importância da contínua inovação na área da saúde tendo sempre como foco o bem-estar do paciente. De seguida, foi apresentado o primeiro orador do evento, o futurista/humanista Rudy de Waele, que abordou importantes conceitos sobre o futuro da saúde e os alertas que devem estar presentes na mente dos cidadãos, de forma a todos construírem um futuro cada vez mais tecnológico tomando sempre em conta os cuidados relativos à segurança da data de cada cidadão e eventualmente de cada paciente.

De seguida, tomou o palco Jan-Philip Beck, CEO da EIT Health, que apresentou o consórcio europeu onde são desenvolvidas várias parcerias na área da saúde com o intuito de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, aumentar a competitividade deste setor na Europa e contribuir para a sustentabilidade dos sistemas de saúde. Este orador acabou por debater também um pouco o estado da I&D na Europa e a importância que as universidades possuem neste âmbito específico.

Após o coffee break, seria altura para ouvir Hyo Jung Cho da Samsung Medical Center, que elucidou todos os presentes sobre a inovação tecnológica e digitalização existente na SMC. Mostrou a perspetiva do paciente e também a perspetiva do próprio médico e demonstrou ainda como este hospital acabou por mudar o paradigma da medicina e do meio hospitalar sendo, muito provavelmente, um dos hospitais mais “futurista” atualmente a nível global.

Por fim, e de forma a encerrar o evento, decorreu uma pequena apresentação dos 10 finalistas do Prémio HINTT 2019 e consequentes categorias de prémio. Neste âmbito, para a categoria de “Start-Up Innovation” a vencedora foi a Peekmed, um software tridimensional  com o intuito de assistir os ortopedistas no estudo pré-operatório. Posteriormente, foi apresentado o prémio “Clinical Outcomes”, ganho pela VR4NeuroPain, um sistema de realidade virtual que ajuda na reabilitação de pacientes com dor neuropática. De seguida, apresentou-se o prémio “Patient Safety”, ganho pelo Projeto Circuito Fechado do Medicamento que cria um registo eletrónico, permitindo o rastreamento dos fármacos de forma permanente, desde a entrada na farmácia hospitalar até à sua administração. Por último, foi entregue o prémio “Value Proposition”, ganho pelo Projeto Digital Patient, um motor para o processamento de linguagem médica não estruturada, que oferece ao médico um conjunto de informação clínica pertinente relativamente ao paciente em questão.

A ANEEB parabeniza a Glintt por mais um excelente HINTT, no qual inovação no setor da saúde foi a ideia predominante e agradece igualmente por todas as ideias debatidas e conhecimento transmitido ao longo do evento.

Categorias: Notícia