No 3º terceiro dia do Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Biomédica, ENEEB, dia 23 de fevereiro de 2019, a ANEEB teve o prazer de continuar a marcar presença no evento na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, FCT NOVA. O 3º dia proporcionou aos participantes uma manhã interativa com seis workshops de variados temas e uma feira de emprego, passando para duas palestras pela parte da tarde e a aguardada Gala pela noite.

Pelas 9 horas, os participantes dirigiram-se aos Workshops escolhido pelas opções de Android, Bitalino, Bonsai, Neurociência Robótica, Ortóteses e Java, tendo estes uma duração de 1h/1h30. Para além da introdução e apresentação dos temas, houve assim a oportunidade de colocar em prática alguns dos conceitos apresentados. Após o coffee-break, aguardaram a feira de emprego que contou com empresas como a KCS iT e Patient Innovation.

Paula Marques, Investigadora principal no Centro de Tecnologia Mecânica e Automação (TEMA) e Professora Associada Convidada na Universidade de Aveiro apresentou a primeira palestra com o tema Microengenharia. Iniciou a sua intervenção com uma breve explicação sobre nanociências e nanotecnologia, o papel do investigador/engenheiro nesta área e a qualidade da transdisciplinaridade presente na Engenharia Biomédica. De seguida, apresentou o nanomaterial grafeno, as suas propriedades e desempenho nas novas tecnologias através do exemplo de três case studies, focando na sua expansão em terapias e estratégias inovadoras de diagnóstico.

De seguida, a Palestra de Telemedicina por Luís Lapão, Investigador e Docente de Saúde Pública Internacional no Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa (IHMT/UNL) e presidente da Associação de Cooperação e Desenvolvimento Garcia de Orta.  Foram apresentados os conceitos base de Telemedicina como execução de cuidados médicos como diagnósticos, consultas, tratamentos à distância e as vantagens e desvantagens que estas poderão implicar no futuro. Passando para a sua relação com a Engenharia e o estado e existência da Telemedicina há 20 em Portugal, terminando com uma pequena discussão com os participantes.

Bioinformática foi, assim, o tema para a última palestra deste evento, apresentada por Ludwig Krippahl, membro da NOVA LINCS e Professor assistente do Departamento de Informática da FCT NOVA. Durante a apresentação, transmitiu a Bioinformática como uma área multidisciplinar para processamento de dados biológicos, modelação estatística para desenvolvimento de métodos computacionais e algoritmos, concluindo que Bioinformática é uma ferramenta poderosa para aplicações de Engenharia Biomédica.

Por fim, para a última noite do evento, chegava a hora da aguardada Gala do ENEEB, por volta das 21 horas na Quinta do Acordeon. Uma gala que contou com boa comida, entrega de prémios, atuação ao vivo da banda Green Leather e muita animação ao longo da noite.  

A ANEEB gostaria de agradecer à comissão organizadora e a todos os seus ajudantes pela dedicação e entrega que tornaram este dia enriquecedor com um final de noite muito agradável.  

Categorias: Notícia