No passado dia 8 de fevereiro, no âmbito da celebração dos seus 40 anos, a Universidade Católica Portuguesa no Porto realizou a Conferência Premium “Fatores para o Sucesso da Interação com a Inteligência Artificial / Towards a Lasting Human-AI Interaction”. O evento, no qual a ANEEB teve o prazer de participar, contou com Manuela Veloso, diretora do Centro de Investigação de Inteligência Artificial da J.P. Morgan Chase.

O serão iniciou-se com um coffee-break de acolhimento, onde os participantes tiveram oportunidade de fazer algum networking antes da palestra. Finalizado este momento, seguiram para o Auditório Carvalho Guerra, a fim de se dar início às sessões.

Isabel Braga da Cruz, Presidente do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa, proferiu o discurso de abertura e explicou o plano de celebrações dos 40 anos da Universidade Católica no Porto, no qual esta conferência se insere. Em novembro de 2018, a Universidade Católica Portuguesa iniciou este período festivo com uma homenagem ao Professor Francisco Carvalho Guerra, um dos fundadores da Instituição.

De seguida, tomou a palavra Manuela Veloso, atualmente de licença da Universidade Carnegie Mellon, onde é Professora da Cátedra Herbert A. Simon da Escola de Ciência da Computação, e onde foi chefe do departamento de Machine Learning. Investigadora das áreas de Inteligência Artificial, Robótica e Machine Learning, fundou e dirige o laboratório de investigação CORAL, para o estudo de agentes autónomos que colaboram, observam, raciocinam, agem e aprendem. Recentemente, foi convidada para integrar a  J.P. Morgan Chase, para criar e liderar um Centro de Investigação em Inteligência Artificial (IA). Durante a sua apresentação, Manuela Veloso explicou os principais conceitos da área de Inteligência Artificial e os seus contributos enquanto académica e investigadora na CMU, bem como tudo o que isso acarretou para  a sua vida profissional e pessoal. Dando um toque saudosista à palestra, abordou ainda o facto de ser uma portuguesa num local distante, “mas cada vez mais perto”.

Ciente da importância que esta área tem para o futuro da Engenharia Biomédica, a ANEEB gostaria de congratular a organização pelo evento, e de deixar votos de boa continuação de celebrações dos 40 anos à Universidade Católica Portuguesa no Porto.

Categorias: Notícia