A sessão W19 submeteu o trabalho dos investigadores em soluções de AAL aos utilizadores e prestadores de cuidados de saúde como barómetros da sua qualidade.

Na primeira parte assistimos à apresentação que motivou a discussão liderada pela Dr.ª Evangelia Chrysikou que debateu a arquitetura das casas para AAL dando como exemplo um idosa britânica que ficou presa na banheira 4 dias e do seu caso pessoal dos seus pais. Apologista da corrente de a forma segue a função sugeriu melhorias para solucionar problemas relacionados com a utilização dos espaços por idosos em residências, hospitais, aeroportos, entre outros, remetendo para o conceito de ergonomia aplicada.

Na segunda parte abriu-se a mesa redonda para discutir a efetividade das tecnologias de AAL na população. A mesa contou com a participação de Fernando Martins, da Plataforma Europeia Age for Health, Pedro Brenda Afonso, Administrador do Hospital de Coimbra, Luis Santos, investigador da Universidade de Coimbra, João Quintas, do Instituto Pedro Nunes e Ana Luísa Jagundo, da Cáritas Coimbra e com a Dr.ª Evangelia Chrysikou.

Reforçou-se a importância da saúde e segurança dos idosos, onde a plataforma Age Platform tem tido uma voz activa na exposição dos dilemas com os quais estes são confrontados diariamente. Abordou-se o equilíbrio entre utilizadores, tecnologia e indústria, onde Portugal exibe um défice, apontando-se para um maior empenho e envolvimento de todos num sistema de Co-Criação. No caso concreto da robótica, os utilizadores revelam desconfiança e dificuldades na utilização da tecnologia que são fatores essenciais para um melhor desempenho destes projetos.

Coffee Breaks and Exhibitors

Os coffee breaks juntamente com os expositores completaram toda a experiência que se revelaram interessantes e nos deram pistas sobre os mais recentes desenvolvimentos na área de AAL.

Tivemos o prazer de entrar em contacto com os representantes da IHomeLab que desenvolveram o Relaxed Care e Confidence que foram respectivamente os vencerdores do prémio de AAL de 2015 e 2014. A Santis kft mostrou-nos a sua sanita elevatória, iToilet, com possibilidade de inclusão de alarmes. O Instituto Superior de Robótica da Universidade de Coimbra mostrou-nos o seu robô interativo e muito expressivo do projecto GrowMeUp que faz companhia aos idosos e alerta os portadores de cuidados de saúde. Ainda houve tempo para experimentarmos o exo-esqueleto da AXO-SUIT que promete auxiliar pessoas com mobilidade reduzida.

Na parte da tarde conseguimos avaliar a nossa visão com um projecto da Universidade de Innsbruck utilizando apenas uma aplicação do telemóvel. Fomos conhecer a 2PCS que permite a monitorização pervasiva dos idosos e a adição de vários serviços à medida do utilizador. Por fim assistimos com regozijo aos jogos sérios da Fraunhofer que procuram reabilitar ou manter os pacientes de uma forma divertida e imersiva.

Sessão de Encerramento – Filme e entrega de prémios da Hacktown e Pósteres

O encerramento do fórum contou com a divulgação do próximo organizador do fórum (Biscaia) e que contaram com as principais ilações e desafios para as tecnologias de AAL. Foi ainda revelado os vencedores da AAL hacktown 2017 que decorreu no IPN e para os vencedores dos Posteres.

Jantar social e festa de encerramento

Os gaiteiros de Coimbra trouxeram-nos do auditório principal até à igreja do Convento de São Francisco onde decorreu a festa de encerramento. A festa de encerramento contou com um jantar volante que premiou a qualidade do serviço de catering. Ainda tivemos oportunidade de conhecer e ajudar a professora Maggie Ellis a comprar o seu bilhete da CP para Lisboa e comprovamos que a provocação que fez à organização deste congresso é pertinente… Se as tecnologias de AAL são assim tão boas, porque é que os idosos não as usam?

A tuna Estudantina teve tempo para tocar os seus clássicos e para uma serenata muito aplaudida. A fechar tivemos os Anaquim que nos relembrou que as Vida dos Outros são simples para estes idosos activos que mostraram que “Velhos são os trapos”.

Gostaríamos de endereçar os parabéns à excelente equipa que organizou este congresso de forma tão diligente e em especial à Diana Guardado pela oportunidade que nos deu em cobrir e divulgar este evento para os futuros engenheiros biomédicos.

Categorias: Notícia