No âmbito das comemorações dos 50 anos da carreira de Administração Hospitalar, dia 17 de janeiro de 2018, foram recordadas três referências na área, Dr. Augusto Mata, Dr. João Urbano e Dr.ª Margarida Bentes, na Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Essa homenagem contou ainda com o apoio da Sociedade Portuguesa de História dos Hospitais (SPHH) e com a Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH).

A sessão foi iniciada pelo diretor da APAH, Dr. Alexandre Lourenço e pelo Professor Jorge Varanda, presidente da SPHH, apresentando um breve resumo do percurso de cada um dos homenageados.

No primeiro painel, esteve presente o Professor Nogueira da Rocha como moderador, o Dr. Rogério de Carvalho, a Dr.ª Paula de Sousa e a Dr.ª Margarida Bentes que deram os seus testemunhos sobre os homenageados. A última intervenção coube ao Professor Don Holloway que salientou a importância da ajuda americana no programa de apoio à gestão dos hospitais, na década de 80.

No segundo painel o Dr. Manuel Roque dos Santos descreveu os métodos de financiamento vigentes até 1980 seguido da Dr.ª Emilia Alves, da Infarmed, que discursou sobre o financiamento dos Cuidados de Saúde Primários.

O Dr. Silvino Alcaravela discutiu os projetos de inovação com apoio americano, relatórios de produtividade e indicadores de melhoria de qualidade, que são complementados pelos protocolos de revisão de utilização, descritos pela Dr.ª Maria da Luz Gonçalves. A Dra. Ilda Palos partilhou tabelas de meios complementares de diagnóstico e terapêutica e as nova tendências na gestão de materiais e arquivos clínicos. Encerrou-se o programa da manhã com o planeamento de altas e a classificação de doentes por graus de dependência de enfermagem.

A parte da tarde iniciou-se pela Dr.ª Nazaré Reis com o tema dos Grupos de Diagnóstico Homogéneos e a sua adoção em Portugal, para o financiamento hospitalar, sublinhando o contributo da Dr.ª Margarida Bentes neste processo. Terminando este painel o Dr. Carvalheira Santos, médico chefe do serviço de pneumologia, descreveu brevemente a codificação clínica tendo como foco o seu impacto na gestão dos hospitais.

O Dr. Jorge Varanda, a Dr.ª Armanda Miranda e o Dr. António Dias Alves realçaram a importância que a formação anglo-saxónica dos homenageados teve na Gestão de Hospitais.

O último painel do dia sintetizou as experiências dos hospitais de Abrantes, de Torres Novas e das Caldas da Rainha na implementação das medidas abordadas e contou com a moderação do Professor Luís Graça, secretário da SPHH.

A ANEEB gostaria de parabenizar a APAH, a ENSP e a SPHH pela homenagem feita  e pela qualidade do evento que pode ser consultado na íntegra aqui.

Categorias: Notícia